26.9.2017
Imprensa


Jornal do Commercio - Rio de Janeiro
Entrevista com a Consultora Maria Aparecida Araújo







Autopromoção em excesso afeta imagem profissional

O marketing pessoal é muito importante para crescer na empresa ou para conquistar uma nova posição no mercado, mas errar a mão pode fazer com que os colegas e até o próprio superior achem o profissional pedante ou presunçoso.

Além de exaltar as próprias qualidades, comentar posses materiais, vestir-se com exagero, usar e abusar de expressões pouco usadas e ser simpático em excesso são outros pecados que os profissionais cometem quando excedem no marketing pessoal.

Outra gafe cometida pelo excesso de marketing pessoal é vestir-se com roupas caras e de grife e usar objetos caros. Em vez de inveja, o máximo que o profissional consegue é a antipatia dos colegas, diz Maria Aparecida Araújo, diretora da consultoria Etiqueta Empresarial.
© 2017 Etiqueta Empresarial
Todos os direitos reservados.

Desenvolvimento: Interligar